Promover a resiliência
Praticamos a melhoria contínua e geramos mais conhecimento

Partilhamos as boas práticas em diversas iniciativas nacionais e internacionais.

Destacamos a coordenação conjunta com a Autoridade Nacional de Proteção Civil do projeto “As interdependências setoriais na resiliência das entidades e operadores de serviços essenciais à sociedade”, promovido no âmbito da Plataforma Nacional para a Redução do Risco de Catástrofes, que conta com a participação de mais de 20 entidades e decorre entre 2018-2020.

 

Estabelecemos parcerias com dois projetos europeus de resiliência: O RESILENS e o RESCCUE.

O Projeto H2020 RESILENS - Realising European ReSILiencE for Critical INfraStructure, da Comissão Europeia (CE), tem como objetivo aumentar a resiliência de Infraestruturas Críticas, durou três anos e terminou em 2018. Envolveu doze parceiros de cinco países, entre os quais os a Câmara Municipal de Lisboa e Factor Social.

O trabalho desenvolvido culminou com a elaboração de um Guião Europeu de Gestão da Resiliência (ERMG), apresentado em conjunto com outras ferramentas disponibilizadas numa plataforma web: RES-DSP (RESILENS – Decision Support Platform), que permitirá aos operadores de infraestruturas críticas, avaliarem o seu nível de resiliência e aprofundar o seu conhecimento sobre o tema, através de conteúdos e-learning.

 

Estamos também envolvidos no RESCCUE (Resilience to cope with Climate Change in Urban arEas), projeto europeu de inovação com o objetivo de melhorar os níveis de resiliência na adaptação às alterações climáticas das cidades. Lisboa, Barcelona e Bristol são os casos de estudo deste projeto, que terminará em abril de 2020.

Estas parcerias permitem-nos estreitar relações com a academia, com outros setores de atividade, contribuindo ativamente para promover o intercâmbio de informação e conhecimento, que nos permite uma atualização constante do estado de arte e a identificação das principais tendências e desafios de Resiliência Organizacional.