Redes de energia + inteligentes
O futuro da distribuição de energia elétrica em Portugal

 

A rede inteligente de energia faz de Portugal um país mais eficiente e sustentável, pela otimização dos sistemas de energia, pela redução das emissões de CO2 e pela menor utilização de recursos fósseis.

A rede inteligente tem inúmeros sensores instalados ao longo da sua extensão. Isso permite controlar ao instante o estado de toda a rede, balancear cargas e prevenir avarias antes que elas aconteçam.

A rede reage de imediato às ações dos consumidores e produtores quando eles, por exemplo, injetam energia na rede ou solicitam um aumento de potência. Graças a este autocontrolo inteligente é possível, em caso de avaria, configurar a rede de forma expedita, redirecionando os fluxos de energia e garantindo o fornecimento de energia elétrica sem interrupções.

Mais inovadora

- renovação tecnológica
- automação da gestão das redes
- maior fiabilidade e qualidade do fornecimento

Mais dinâmica

- relação mais direta entre o microprodutor e o distribuidor
- relação mais próxima entre cliente e comercializador
- generalização da microprodução

Mais eficiente

- diminuição dos custos de operação
- melhor gestão da rede
- maior controlo sobre as fontes de produção de energia

Mais sustentável

- aposta nas energias renováveis, na proteção ambiental e na redução das emissões de CO2
- promoção da eficiência energética e da sustentabilidade ambiental

As redes inteligentes transportam também consigo melhorias na qualidade do serviço prestado, onde a transparência, rapidez e conforto são as palavras-chave:

  • Faturação mensal, com base em leituras reais;

  • Alterações contratuais (alteração de potência contratada, rescisão de contrato, alteração de ciclo) executadas remotamente;

  • Comunicação personalizada através de mensagens recebidas no dispositivo inteligente em casa do consumidor;

  • Monitorização eficiente via web - análise gráfica de consumos, simulação e consulta do ciclo horário contratado para selecão do período mais aconselhado para consumir, adaptação da potência contratada ao consumo real;

  • Associação dos equipamentos inteligentes a dispositivos locais (PC's, PDA, displays) através de uma rede HAN (Home Area Network) para consulta de dados de consumo;

  • Configuração de avisos automáticos (carta, email, sms, dispositivos locais) para uma maior racionalização dos consumos.