Cibersegurança
5 regras de ouro

1. Pense antes de clicar

- Seja no email ou no seu navegador de internet, nunca clique em links ou abra anexos de origem duvidosa.

- Verifique sempre que os domínios dos remetentes dos emails que recebe estão relacionados com a entidade que os envia.

- Verifique que os sites a que acede começam por HTTPS//.

- 90% dos ciberataques começam através de phishing, um crime informático que consiste na distribuição de mensagens de correio eletrónico com ligações para falsos sítios web (instituições bancárias, redes sociais, ou outras), com o objetivo de obter dados pessoais dos utilizadores através de pedidos de atualização.

 

2. Utilize passwords fortes

- Idealmente, a sua password deve ser formada por vários tipos de caracteres, como letras (minúsculas e maiúsculas), números e sinais de pontuação.

- Evite incluir nomes, datas e números de documentos.

- Não divulgue a sua password, não a tenha escrita e não use a mesma password para diferentes login, pois se alguém a descobrir para uma conta, conseguirá ter acesso a todas as outras.

- As passwords “123456”, “password” e “qwerty” são das mais usadas em todo o mundo. São perigosas por serem pouco complexas e bastante comuns.

 

3. Bloqueie o dispositivo quando se ausentar

- Nunca abandone o seu dispositivo sem o bloquear, seja o computador, o telemóvel ou o tablet.

- Defina um tempo de bloqueio automático do dispositivo. Assim, mesmo que se esqueça de o fazer, o aparelho bloqueará sozinho ao fim desse tempo (por exemplo, 30 segundos).

- Deixar o dispositivo desbloqueado pode permitir que informações importantes sejam roubadas por terceiros.

 

4. Não conecte dispositivos desconhecidos

- Tenha cuidado com os dispositivos que liga ao seu computador. Os vírus podem ser espalhados com recursos a pen drive, discos externos ou telemóveis infetados.

- Da mesma forma, não ligue a sua pen drive ou disco externo a dispositivos que não conhece ou que são utilizados por muitas pessoas.

 

5. Faça backups com regularidade 

- Guarde as informações mais importantes num dispositivo externo. Assim, se alguma coisa acontecer ao seu computador ou ao dispositivo que tem os seus dados, terá uma cópia de segurança com aquilo de que precisa.