Notícias
EDP Distribuição contribui para paper sobre a perspetiva do Operador de Rede na gestão de dados

A E.DSO acaba de lançar um novo paper onde aborda a perspetiva do Operador de Rede de Distribuição (DSO) na gestão de dados – uma abordagem pouco frequente na literatura sobre o tema que contou com o contributo da EDP Distribuição.

Facilitating customers energy data management and interoperability - DSOs’ perspective é um documento produzido pelo grupo de trabalho de gestão de dados da E.DSO e enfatiza a importância da gestão de dados na flexibilidade da operação da rede de distribuição, respondendo às necessidades do cliente e gerindo situações críticas de forma adequada. Além disso, esclarece o papel e as responsabilidades dos ORD, o processo de troca de dados entre os DSO e terceiros, bem como a vontade dos DSO melhorarem a cooperação com os TSO (Operador de Rede de Transporte) a nível europeu, com benefício para os clientes.

Por último, destaca que a troca de dados entre operadores de sistema e clientes continua a ser importante para adotar uma abordagem mais centrada no cliente, com o objetivo de promover um maior envolvimento dos DSO nos fluxos de trabalho europeus em relação ao acesso aos dados e interoperabilidade.

As principais conclusões deste trabalho foram:

  • Os DSO são facilitadores de mercado neutros e assim será no futuro com a gestão de dados;
  • A troca de dados de clientes, devidamente consentida e autorizada, é baseada na estrutura e processos de troca de dados estabelecidos por cada Estado Membro;
  • Os DSO surgem com novos serviços no sistema energético, incluindo dados e a sua respetiva gestão;
  • Os DSO estão comprometidos com uma justa alocação de custo para a sua gestão de dados;
  • Apesar da existência de múltiplas plataformas e sistemas, os DSO gerem os dados sem descriminação e com possível regulação;
  • A descentralização do sistema energético força uma abordagem de gestão de dados descentralizada “bottom up”, por parte do DSO;
  • Os DSO seguem os fluxos de trabalho europeus relativamente à gestão e interoperabilidade de dados, respeitando os processos estabelecidos pelos Estados Membros.

Está disponível a versão completa do documento