Notícias
Projeto InteGrid permitiu poupança até 9,5% no consumo de eletricidade

Programa obteve um financiamento de 14,5 milhões de euros da Comissão Europeia

O projeto Europeu InteGrid, que contou com 14 parceiros de 8 países europeus e foi coordenado pela EDP Distribuição, chegou agora ao fim, passados 46 meses, e apresentou resultados positivos para todos os envolvidos.

O projeto contemplou o desenvolvimento de um elevado conjunto de ferramentas de gestão de redes inteligentes, bem como a instalação de equipamentos como baterias e painéis solares, na casa dos clientes residenciais, de forma a permitir uma maior interação e disponibilização de dados na rede elétrica. Já nos clientes de média tensão foi instalada uma solução de monitorização de consumo inteligente.

 O objetivo principal era o de testar no terreno soluções inovadoras de redes elétricas inteligentes em 3 vertentes: (i) flexibilidade do consumo de energia elétrica para consumidores domésticos e industriais, permitindo melhor perceção do consumo e adequação de comportamentos (ii) sistemas de armazenamento de energia e (iii) previsões de produção de energias renováveis e consumo.

Em Portugal, o projeto decorreu nas localidades de Alcochete, Caldas da Rainha, Valverde e Mafra e contou com a participação de 145 clientes domésticos e 20 clientes de média tensão.

Para os 145 clientes domésticos, que viram as suas habitações instaladas com painéis solares fotovoltaicos, foi possível demonstrar a obtenção de um autoconsumo de 57%, ou seja, energia renovável gerada localmente e gerida de forma distribuída, reduzindo o consumo da rede de forma proporcional.

Já na rede de média tensão, as ferramentas implementadas e a flexibilidade disponibilizada pelos clientes, permitiu identificar e resolver antecipadamente 100% dos constrangimentos previstos na rede. Nestes clientes, os resultados demonstraram ainda uma poupança até 9,5% no consumo de energia.

Relativamente à potência de ponta (capacidade máxima das linhas de distribuição de energia), um elemento crucial no custo de acesso à rede, foi possível assinalar uma redução até 12% nos clientes residenciais, numa fase anterior ao confinamento, enquanto que, para os clientes industriais, a redução foi de 4,5%. Estes valores significam um potencial de otimização para o custo da potência contratada pelo cliente, para a gestão da rede de distribuição e para o sistema elétrico nacional.

O Projeto InteGrid recebeu um financiamento de cerca de 14,5 milhões de euros do programa de pesquisa e inovação Horizon 2020 da União Europeia*, e aproximou os cidadãos de Portugal, Suécia e Eslovénia dos agentes do setor elétrico.

Com o final do InteGrid e o lançamento de novos projetos como o EUniversal, OneNet e 5Gaas, a EDP Distribuição continua a apostar fortemente na participação em projetos europeus de inovação, que ampliem o papel do Operador da Rede de Distribuição, em linha com as políticas europeias definidas, traçando, assim, o seu caminho para uma gestão de rede mais inteligente e eficiente, contribuindo para um mundo mais sustentável.

 

* Este projeto é financiado ao abrigo do contrato programa de investigação e desenvolvimento da União Europeia H2020, com o número 721218.