Notícias
Este ano já caíram mais de 240 árvores sobre as linhas elétricas

Maioria das situações ocorreu devido à fragilidade das árvores, resultante de doença ou de incêndios passados

Desde o início do ano caíram 242 árvores sobre as linhas elétricas geridas pela EDP Distribuição, causando danos significativos e provocando a interrupção do fornecimento de energia elétrica, com impacto na qualidade do serviço prestado aos clientes.Em 178 dos casos registados até ao final de julho deste ano não houve intervenção humana. As restantes situações resultaram da falta de cuidado durante as limpezas dos terrenos.

Em 2019 foram registadas 807 situações: 112 devido a ações negligentes, 155 resultantes de tempestades e 540 por fragilidade da própria árvore, resultante de doença ou dos incêndios ocorridos na região. Os distritos de Coimbra, Viseu, Braga, Viana do Castelo e Leiria foram os mais afetados por este fenómeno por se tratar de áreas geográficas onde a combinação dos fatores densidade florestal, incêndios e/ou pragas e ventos têm potenciado a sua ocorrência.

A queda de uma árvore sobre uma linha elétrica coloca em risco a segurança de todos e pode causar a interrupção do serviço de fornecimento de energia elétrica aos clientes. A pressão causada pela árvore caída pode levar à rutura da linha elétrica ou até mesmo provocar a queda dos apoios que a suportam.

Situações desta natureza poderiam ser minimizadas ou até evitadas através de uma legislação mais rigorosa, nomeadamente na proibição de determinadas espécies junto da rede elétrica e na responsabilização de intervenção, a par de maior fiscalização pelas entidades competentes, nas situações em que os proprietários (públicos ou privados) não atuam nas árvores fragilizadas.