Notícias
EDP Distribuição prepara mudança de marca para E-REDES

A EDP Distribuição, empresa que gere as redes de distribuição de energia, vai mudar de marca a partir do próximo ano, passando a designar-se E-REDES.

O processo de alteração de marca da EDP Distribuição recebeu luz verde da entidade reguladora esta quarta-feira, 12 de agosto, e deverá estar concluído até 31 de janeiro de 2021 – haverá depois um período transitório, até ao final do próximo ano, para concretizar as ações necessárias para a total alteração de imagem. O projeto de mudança será gradual e irá incidir sobre infraestruturas, pontos de atendimento, frota, sistemas de informação, suportes de comunicação e equipamentos de proteção dos operacionais do terreno.

Além da mudança de nome de EDP Distribuição para E-REDES, a nova marca irá contar também com um logótipo cuja linha gráfica será marcada pelo novo nome da empresa a preto com a cor amarela em fundo. Com esta alteração de imagem, que deixa de ter elementos de cor ou design comuns a outras empresas do universo EDP, reforça-se também a identificação e a singularidade da operadora de redes de distribuição.

Até outubro, a EDP Distribuição irá apresentar à ERSE o projeto detalhado de alteração de imagem, com o objetivo de garantir a transição para a nova marca sem qualquer perturbação para os consumidores, companhias, concessionários, autarquias e outras entidades que se relacionam com a empresa.

A EDP Distribuição é a empresa concessionária da rede de distribuição de alta e média tensão em Portugal Continental e das redes de baixa tensão dos 278 municípios portugueses. A empresa distribui eletricidade para 99,5% dos pontos de entrega nacionais, totalizando cerca de 6 milhões de clientes. Enquanto operadora de rede, a EDP Distribuição está presente em todo o território continental gerindo 179 mil quilómetros de rede aérea e 49 mil de rede subterrânea. Nos últimos 16 anos, reduziu o tempo médio de interrupção de serviço na ordem dos 86%, mantendo forte aposta na transição energética.

A futura E-REDES irá garantir o mesmo nível de serviço e as operações a nível nacional através das concessões de distribuição de energia de alta, média e baixa tensão. A empresa mantém ainda o seu empenho na transição energética e o compromisso de continuar a ser uma marca de confiança e próxima dos consumidores, com um serviço de qualidade, focado no cliente e orientado por forte responsabilidade social.

Perguntas frequentes
Veja Tudo Feche Tudo
Porque é que a EDP Distribuição irá mudar para E-REDES?

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) determinou, através do Regulamento n.º 632/2017, de 21 de dezembro de 2017, a separação de imagem entre operadores do mesmo grupo económico no âmbito do setor elétrico, nomeadamente do Operador da Rede de Distribuição, em linha com as indicações da Comissão Europeia. Nesse sentido, a EDP Distribuição, enquanto empresa operadora da rede de distribuição, tanto em alta tensão e média tensão, como em baixa tensão no setor elétrico, submeteu uma proposta de mudança da marca à ERSE no primeiro trimestre de 2018. Essa proposta foi aprovada pela ERSE a 11 de agosto de 2020. 

Quais são as principais diferenças?

Além da mudança de nome de EDP Distribuição para E-REDES, a nova marca irá contar também com um logótipo cuja linha gráfica será marcada pelo novo nome da empresa a preto com a cor amarela em fundo. Com esta alteração de imagem, que deixa de ter elementos de cor ou design comuns a outras empresas do universo EDP, reforça-se também a identificação e a singularidade da operadora de redes de distribuição. 

A partir de quando é que a EDP Distribuição vai passar a ser E-REDES?

A EDP Distribuição tem um período transitório até 31 de janeiro de 2021 para a implementação das medidas necessárias à concretização da imagem corporativa agora aprovada, incluindo a adoção da designação comercial alterada em suportes de comunicação ou faturação a entidades, com as quais se relaciona nos termos legais e regulamentares. A empresa terá, ainda, um período adicional até 31 de dezembro de 2021 para concretizar as ações necessárias à adoção da nova marca nos pontos de atendimento ao público. 

A partir de 31 de janeiro de 2021, a E-REDES deixa de pertencer ao grupo EDP?

A E-REDES continuará a ser a empresa do grupo EDP, que opera as redes de distribuição de energia em Portugal continental, em regime de concessão. 

Qual é maior preocupação da EDP Distribuição durante este processo de mudança da marca?

A EDP Distribuição continua empenhada em garantir o mesmo nível de serviço e as operações a nível nacional através das concessões de distribuição de energia de alta, média e baixa tensão. A empresa mantém ainda o foco na transição energética e o compromisso de continuar a ser uma marca de confiança e próxima dos consumidores, com um serviço de qualidade, focado no cliente e orientado por forte responsabilidade social. Para tal, está a desenvolver uma proposta de implementação que contempla todos os stakeholders, de modo a que todos possam acompanhar o processo de mudança e se reconheçam na nova marca.  

O que determinou a escolha da nova marca? O que significa o novo nome?

O “E” de E-REDES significa energia e a palavra “REDES” traduz, de forma muito clara, o nosso foco numa gestão integrada de toda a rede de distribuição, capaz de garantir fiabilidade, segurança, modernidade e sustentabilidade do sistema elétrico nacional e a salvaguarda do interesse dos consumidores, dos municípios e do país.   

A mudança da marca vai alterar a perceção que os clientes têm da Empresa?

A EDP Distribuição é uma marca sólida, credível e reconhecida por todos os portugueses. A nova marca pretende assegurar a continuidade da qualidade do serviço, sem qualquer perturbação para os clientes finais.