Notícias
EDP Distribuição e Câmara Municipal do Porto assinam Memorando de Entendimento

A cidade invicta no centro da Transição Energética, com a colaboração da EDP Distribuição

A EDP Distribuição, a Câmara Municipal do Porto e a Agência de Energia do Porto (AdEPorto) assinaram hoje um Memorando de Entendimento, que prevê o desenvolvimento de soluções de tecnologia, na cidade invicta, em áreas como a produção descentralizada, a otimização do carregamento para a mobilidade elétrica e a iluminação pública, tendo como objetivo comum acelerar, de forma efetiva e eficaz, a transição energética. Está igualmente prevista a criação de um Centro para a Transição Energética, local para o envolvimento do cidadão e restantes entidades, que permita a demonstração e apresentação das diversas iniciativas associadas a estes temas.

A cerimónia decorreu na Sala D. Maria, nos Paços do Concelho da cidade e contou com a presença de Rui Moreira, presidente da autarquia, Filipe Araújo, vice-presidente da autarquia e Presidente do Conselho de Administração da AdEPorto, João Marques da Cruz, administrador executivo da EDP, responsável pelo pelouro da distribuição, e João Torres, presidente da administração da EDP Distribuição.

“Enquanto operadora da rede de distribuição, a EDP Distribuição tem um importante contributo a dar na modernização e automatização da rede elétrica, fatores essenciais para a transição energética. Para estimular esse esforço de inovação e a implementação de novas tecnologias, foi lançado o projeto Inovgrid20-30, no qual a cooperação com os Municípios, como o caso presente com a cidade do Porto, é fundamental para encontrar essas boas soluções”, afirmou João Marques da Cruz.

Rui Moreira destacou a importância deste Memorando para a consolidação da política que tem vindo a ser seguida. “A sustentabilidade é um dos pilares estratégicos do município do Porto e, como tal, o tema da transição energética é absolutamente crítico para a mudança de paradigma. Acreditamos que as cidades podem ter um papel determinante nesta matéria e é por isso que o Porto tem investido em vários eixos, num claro reforço do seu compromisso com a mobilidade elétrica, a utilização eficiente de energia, a reabilitação dos seu edificado. Um trabalho que visa posicionar a cidade como um produtor de energia renovável, quer através de projetos de autoconsumo, quer estudando a forma de implementar futuras comunidades energéticas”, concluiu o autarca.

O Porto tem já um caminho relevante em matéria energética, tendo sido pioneiro na transição para a mobilidade elétrica da sua frota automóvel com mais de 70% de eletrificação, prepara-se para instalar 1MW de produção de energia fotovoltaica nos seus edifícios, maioritariamente em escolas, e lançou recentemente um concurso público internacional para o fornecimento e instalação de luminárias de tecnologia LED em toda a cidade.

A EDP Distribuição, enquanto concessionária das linhas de alta, média e baixa tensão, tem apostado no desenvolvimento de redes inteligentes, visando responder aos novos desafios, nomeadamente de gestão eficiente de fluxos de energia e de informação com clientes e mercado, salvaguardando os elevados padrões de qualidade de serviço que tem pautado a sua atuação. Disso é exemplo, a instalação de mais de 2,8 milhões de equipamentos de medição inteligente e sistemas de suporte, bem como a substituição, em todo o País, de mais de 650 mil luminárias convencionais por LED, num contributo determinante para a eficiência energética, que tornam a Empresa uma referência na Europa.

EDP Distribuição e Câmara Municipal do Porto assinam Memorando de Entendimento

EDP Distribuição e Câmara Municipal do Porto assinam Memorando de Entendimento