O Mercado Eléctrico

A partir de 4 de Setembro de 2006, todos os consumidores de energia eléctrica, de todos os níveis de tensão (Muito Alta, Alta, Média e Baixa Tensão) e de todos os sectores de actividade, passaram a poder escolher livremente o seu fornecedor de electricidade.
 

Os fornecedores, designados normalmente por comercializadores, compram a energia eléctrica a produtores, directamente ou através de bolsas (OMIP, em Portugal, e OMEL, em Espanha), e utilizam as redes de transporte e de distribuição para a fazer chegar aos seus clientes (regime de acesso às redes), sendo a EDP Distribuição responsável pela entrega da energia eléctrica aos clientes ligados às suas redes, de acordo com padrões de qualidade regulamentarmente definidos.

Os clientes podem optar por:

- celebrar contrato com um comercializador estabelecido no mercado, praticando preços livres em regime de concorrência;

- celebrar contrato com  o comercializador de último recurso*, a EDP Serviço Universal, que fornece electricidade a todos os clientes que o solicitem (regime universal), praticando tarifas reguladas estabelecidas pela ERSE - Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos.

 
* - Existem em Portugal Continental 10 outros comercializadores de último recurso, actuando em áreas limitadas, sendo 8 cooperativas, uma junta de freguesia e uma casa do povo.